segunda-feira, 26 de abril de 2010

Caligem dos olhos

Momento... suspiro: cansaço de viver.
Absorve-se o nada e a expressividade se perde.
Qual o sentido das frases turvas?
A que mundo pertencem as palavras rasas?

Seguir pelo simples fato de continuar andando...
A razão, os sentimentos;
Todos batidos juntos contra a consciência
De quem não sabe sobre seu futuro.

Qual o destino da humanidade?
O propósito de sua existência...
Real, imaginário?

Reflexões... porque sempre no escuro?
Silêncio, calmaria; são cenários perfeitos

Seria a luz do luar guia das cabeças pensantes,
Ou somente seu brilho fosco é suficiente
Para despertar a impulsividade, a inquietude
Necessárias para se passar pensamentos ao papel?

São muitos os questionamentos que pululam em minha mente

domingo, 25 de abril de 2010

LET IT BE

Sonho... E presto antenção no presente. Me desligo de todas as amarras, de todas as barreiras e simplismente vivo!!
Saio correndo e grito LIBERDADE. Eu respiro rápido para poder vivenciar cada minuto, não quero perder nenhum segundo. Sinto urgência em perseguir meu futuro e medo, muito medo do que virá... Mas e dái?!! Nada, nada, nada está perdido, nem se perderá.
Desoito anos e uma história parcialmente escrita, ou nem isso. Muita coisa ainda está por vir, mas quer saber? Que venha.

Soneto de Véspera

"Quando Chegardes e eu te vir chorando
De tanto de esperar, que te direi?
E da angústia de amar-te, te esperando
Reencontrada, como te amarei?

Que beijo teu de lágrimas terei
Para esquecer o que vivi lembrando 
E que farei da antiga mágoa quando 
Não puder te dizer porque chorei?

Como ocultar a sombra em mim suspensa
Pelo martírio da memória imensa
Que a distância criou - fria de vida

Imagem tua que eu compus serena 
Atenta ao meu apelo e a minha pena 
E que quisera nunca mais perdida..."

Oxford 1939
Vinicius de Moraes

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Questionamentos.

Para todo sonho existe um por que,
Assim como, para toda vida.

Às vezes fico me perguntando... Porque será que vejo as coisas de maneira tão diferente? Porque são poucas as pessoas que conseguem me entender? Serão minhas interpretações tão desconexas, ou simplesmente destoantes da maioria?

O que quero para mim encontro em poucas pessoas. Em amigas, em parentes. Mas o que eu sempre quis, fervorosamente, foi encontrar alguém; alguém para dividir a vida inteira, sem preconceitos ou receios, sem fingimentos. Sem aquela necessidade de provar algo... Não devo nada a ninguém! Para que viver de joguinhos? Para que fingir que é de certa maneira para despertar o interesse do próximo? Não há quem consiga manter a farsa por tanto tempo... não existem bons atores a este ponto. Ou você é assim, ou não. E ponto.




terça-feira, 6 de abril de 2010

Smile

"If you smile
With your fear and sorrow
Smile and maybe tomorrow
You'll find that life is still worthwhile if you'll just...
Light up your face with gladness
Hide every trace of sadness
Although a tear may be ever so near
That's the time you must keep on trying
Smile, what's the use of crying?"

Charles Chaplin

domingo, 4 de abril de 2010

Manu

Passei o fim de semana aqui em São Paulo na espectativa de que minha sobrinha/afilhada nascesse. Bom, ainda não foi dessa vez. Estamos achando que assim que  chegarmos ao Rio teremos de embarcar em um avião para voltar de onde partimos, a Manu já é sapeca desde a barriga, esperamos grandes feitos da pimpolha. =] 

Ontem, enquanto eu e meu pai passeávamos pela cidade, vimos uma carroça cheia de caixas de papelão e outros reciclaveis e nela havia um escrito " Queria poder reciclar os políticos" - achei fantástico - mas no nosso caso, os brasileiros, somente a reciclagem não serve, precisamos mesmo é de novos políticos, livres de toda esta sugeira de corrupção que está enrraizada em suas entranhas. 


Mas, como somos brasileiros e não desistimos nunca; e quando digo nós, refiro-me ao "povo" e aos políticos, continuamos tendo esperança de que tudo isso melhorará, agora, dependendo do referencial, já que nosso país é tão grande e existem tantas pessoas com diferentes intenções e motivações;

Ah, Feliz Páscoa! Muitos chocolates para vocês \o/

Seguidores